Adair e a sua família vieram para Londres com PJ Language Services em janeiro

Quanto eu resolvi fazer a primeira viagem a Europa, juntamente com minha
esposa e filha (08 anos), depois de muitas pesquisas na internet e conversa
com amigos, ficou decidido que não viajariamos com pacotes, isto é, com
grupos de turistas. Porque gostariamos de fazer o nosso tempo e irmos aos
locais mais importantes e relevantes para nós. Sabíamos também que
precisamos de ajuda, primeiramente por estarmos em locais desconhecidos,
depois, tinha a barreira do idioma, já que falavamos apenas o básico do
inglês.

Daí, pela internet, conhecemos os seus serviços, ou seja, um
acompanhante local e profundo conhecer de Londres. Logo nos primeiros
contatos, via e-mail e skype, fiquei empolgado. Phil, gostei muito de como
você falava de Londres com paixão e orgulho da cidade. Era tudo que
precisavamos, tanto que até tentamos mudar o dia do retorno ao Brasil, para
ficarmos mais tempo, mas esta mudança ficaria despendiosa (cara). De todas
os locais da Europa, antes de ir, eu já tinha certeza que Londres seria o melhor, o que se confirmou. Isto, graça a sua ajuda.

Não há ninguém melhor para mostrar Londres do que um próprio londrino e, ainda mais, falando portugues fluentemente. Você realmente foi um achado para nós. Você é muito profissional, dedicado, companheiro e amigo. De pontualidade nem se precisa comentar, já que isto é uma característica dos ingleses. Conhecer Londres por esta ótica de quem mora na cidade foi realmente fantástico. Obrigado por ter, mesmo antes de termos chegado na cidade, feito a reserva para o Balé Gisele, e adquirido os ingressos, com isso pagamos bem menos por eles. Obrigado por ter voltado na loja para, com determinação, exigir que devolvesse a minha filha o guarda-chuva que ela tinha comprado como lembrança a sua melhor amiga e, por um lapso, o deixou no interior da loja. A recuperação do presente foi muito importante para minha filha e para nós. Obrigado por ter conseguido, com dificuldade, os ingressos para a Ceriminônia das Chaves no Torre de Londres. Obrigado também pela atuação no epísodio do esquecimento da bagagem de mão no Aeroporto de Londres quando do nosso retorno ao Brasil. Graça a sua interferência, a bagagem foi recuperada.

O fato é que quando voltarmos a Londres, agora com mais tempo, você voltará ser o nosso apoio aí. Um abraço a você e toda sua família. Espero em breve podermos retornar a sua cidade maravilhosa. Caso venha novamente ao Brasil, gostariamos de receber sua visita em nossa casa, para comermos arroz e feijão!!

Adair Batista da Silva
30 janeiro, 2011

Nelma, Ana Clara e Adair no "Double-Decker Bus"

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.